Archive for June 2014

ABBA-DABBA-DOO!

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

  Nesta publicação, iremos falar sobre o documentário ABBA-DABBA-DOO filmado na Suécia em 1976 que já foi transmitido na Austrália, Holanda, Finlândia e Suécia.
Este documentário está disponível no Arrival Deluxe Edition.

  On this post, we will talk about the documentary ABBA-DABBA-DOO, filmed in Sweden in 1976 that already was broadcasted in Australia, The Netherlands, Finland and Sweden.
This documentary is available on the Arrival Deluxe Edition.

Músicas / Musics (Performances):
Knowing Me, Knowing You 
When I Kissed The Teacher
Dum Dum Diddle 
My Love My Life 
Money Money Money
Dancing Queen 
Tiger 
Why Did It Have To Be Me?













38th Post | 38ª Publicação

ABBA's Agnetha Fältskog: "Behind The Scenes, I Felt Like A Wreck" — Article 1999

Mikro Gids, December 1999: ABBA’s Agnetha Fältskog: “Behind the scenes, I felt like a wreck”

Olá a todos, tudo bem?
Hello everybody, how are you?

  Hoje trazemos um artigo de Dezembro de 1999, publicado na Mikro Gids, onde Agnetha fala sobre a sua vida após ABBA e como era o ambiente na banda.

  Today we bring an article from December 1999, published in Mikro Gids, where Agnetha talks about her life after ABBA and how was the atmosphere in the band.



*Português*

  Qual foi o CD que vendeu mais nas lojas nos últimos dez anos? Foi da Madonna? Foi dos Oasis'? Ou era das Spice Girls? Não exatamente. Com o ano de 2000 a chegar, o público em geral está a voltar para os dias de ouro dos ABBA em uma escala maciça. Nesse meio tempo, nada menos do que 25 milhões de cópias do CD "ABBA Gold" passaram nos balcões de lojas. Um sucesso sem precedentes, que fazem os ídolos pop de hoje em dia empalidecer. 
  Agnetha Fältskog sobre a vida após a lenda.

  Quem não a conhece? Agnetha Fältskog, a linda e loira cantora que fez o coração de muitos rapazes bater mais rápido. Ela agora tem 49 anos, ainda atraente, mas muito mais sofisticada. Na verdade, ela quase não envelheceu. Assim como a criação lendária dos ABBA. Em seu auge zombou pela imprensa crítica, agora eles estão mesmo imortalizados no famoso Museu Nórdico de Estocolmo. Vinte e cinco anos depois de "Waterloo", ABBA não é só amplamente respeitado pelas suas estruturas musicais complexas, a sua contribuição avant-garde ao espírito do tempo dos anos setenta e oitenta está a ser reconhecido em todo o mundo também. Agnetha dificilmente parece perceber isto. O jeito em que ela fala sobre os ABBA, revela uma certa ingenuidade. 
  Agnetha: "Quando nós chamamos um dia com os ABBA no início da década de oitenta, pensei que seriamos esquecidos passado alguns anos. Eu nunca percebi o quão grande é o impacto do nosso grupo. Mas agora, na década de noventa, ABBA está de volta com uma vingança. Na minha vida também. Enquanto isso, o avivamento tornou-se tão forte, que não podemos ignorá-lo por mais tempo. Você sabe, quando a nossa música durou tanto tempo, e ainda é atrativa para muitas pessoas em todo o mundo, então tem que haver algo de especial em nós como um grupo?"



  Durante anos, Agnetha não queria nada mais do que estar em casa e levar uma vida privada. Ela não tem nenhum desejo de fama. Muitas vezes é dito que ela vive como uma reclusa, desligada da sociedade. Mas, na realidade, ela está no centro da vida. Ela mostra-se regularmente em festas e estréias. Mas ela não atuou por mais tempo.
  Agnetha: "Eu quero mostrar meu talento, o meu objectivo não é tanto ser adorado por uma grande quantidade de pessoas. Após o imenso sucesso do grupo, eu queria provar que eu era mais do que a Agnetha dos ABBA. É por isso que realizei um sonho de uma vida, quando tive a oportunidade. Eu aceitei um papel num filme, a fim de provar a mim mesma como atriz também. Depois do meu filme, eu gravei o meu primeiro disco solo internacional "Wrap Your Arms Around Me", juntamente com Mike Chapman. O fato de que este álbum vendeu 2,5 milhões de cópias, deu-me a sensação de que eu poderia ser bem sucedida sozinha também. Mas até lá, os meus filhos já eram a minha prioridade. Os projetos que eu estou realmente orgulhosa são os álbuns que gravei juntamente com eles. Hoje em dia, estou mantendo-me ocupada com o gerenciamento de meu centro de equitação e a supervisão do meu capital. Quem sabe, eu poderia até cantar de novo, uma trilha sonora de um filme ou algo assim. Apenas por diversão."

  Dos quatro membros dos ABBA, foi especialmente a Agnetha que começou a sua carreira solo cheia de ambição. Na verdade, ela já fazia sucesso como cantora a solo na Suécia, mesmo antes de ABBA existir. Com grande avanço dos ABBA e os inúmeros sucessos que se seguiram, a ambição de Agnetha estranhamente diminuiu. O que veio de seguida foi a criação dos seus filhos e os medos incontroláveis. Isto resultou no divórcio dramático de Björn e vários conflitos no grupo. 
  Agnetha: "Eu gostei muito do sucesso, mas eu tinha a sensação de que eu estava dividida em dois. Por um lado, eu era uma estrela, e no outro lado, eu era uma mãe. Em cima disso, eu desenvolvi um enorme medo de voar, depois de um acidente de avião próximo. Eu estava com medo que meus filhos seriam deixados para trás sem os pais. Eu sentia falta deles quando eu estava lá a cantar pela enésima vez o meu hit, longe de casa. É por isso que às vezes queria ficar em casa em um determinadas situações. Björn e eu tivemos muitas discussões sobre isso. Ele pensou que eu não poderia deixar certas oportunidades passarem. Mas as crianças eram a minha prioridade. Eu não tinha qualquer problema com atuações na televisão, porque elas eram sempre breves. Mas eu não estava pronta para tornês que duravam meses a fio. Depois do nosso divórcio, concordei com mais uma turnê mundial. Essa tornê foi muito difícil para mim. No palco, eu estava radiante, mas nos bastidores, eu me sentia a naufragar."



  Ainda assim, o divórcio não significou o fim dos ABBA imediatamente. Muitos consideram que os registros após o divórcio como os melhores momento do grupo. As melodias são mais complicadas, as letras são menos superficiais e às vezes até dolorosamente pessoais. 
  Agnetha: "Em um determinado momento, Björn e eu só tinhamos de encarar os fatos. As coisas não estavam indo bem entre nós. Quando finalmente tinhamos decidido separar, uma enorme pressão desapareceu. Estávamos livres novamente, e poderia sair com outras pessoas novamente. Isto teve um efeito positivo sobre o ambiente no grupo. É certamente verdade que o nosso trabalho ficou mais profundo por causa disso. Nós escrevemos músicas melhores, com mais emoção real e sentimentos puros. Eu ainda digo que 'The Winner Takes It All' , 'One Of Us' e 'The Day Before You Came' são as nossas melhores canções."

  Quando o casamento de Benny e Frida chegou ao fim, bem como, devido ao Benny ter um caso, ABBA estava condenado. Mas nenhum dos membros dos ABBA tem a coragem de romper com os ABBA como património oficialmente. 
  Agnetha: "Essa foi a coisa mais estranha de toda a situação. Nenhum de nós realmente sentimos por mais tempo, mas nenhum de nós teve a coragem de dizer: 'Eu me demito'. Tínhamos conseguido tudo o que havia para alcançar, nós tinhamos escrito músicas boas e alcançamos um enorme sucesso, e, em seguida, chega o momento em que você quer seguir em frente. Num certo momento, eu disse durante uma entrevista que eu preferia uma carreira a solo do que os ABBA, e que eu não conseguia jamais imaginar nós num palco novamente. Eu dei essa entrevista apenas um ano depois de nossas últimas gravações, mas durante esse curto período de tempo eu tinha ficado tão distante dos ABBA, que eu não tinha percebido que eu tinha posto um fim a uma era por dizer isso. Desde então, eu decidi levar a minha vida no meu próprio ritmo. Isso fez-me muito mais feliz. "

Tradução & Adaptação: ABBA Best
Fonte: ABBA The Articles


*English*

  Which CD crossed shop counters the most in the past ten years? Was it Madonna’s? Was it Oasis’? Or was it the Spice Girls’? Not exactly. With the year 2000 on the threshold, the general audience is going back to the golden days of ABBA on a massive scale. In the meantime, no less than 25 million copies of the CD ‘ABBA Gold’ have crossed shop counters. An unprecedented success, that make the pop idols of today turn pale. 
  Agnetha Fältskog about the life after the legend.

  Who doesn’t know her? Agnetha Fältskog, the pretty, blonde singer that made many boys’ heart beat faster. She is now 49 years old, still attractive but much more sophisticated. Actually, she hardly got older. Just like the legendary creation ABBA. In their heyday scoffed at by the critical press, now they’re even immortalized at the renowned Nordiska Museum in Stockholm. Twenty-five years after ‘Waterloo’, ABBA is not only widely respected for their intricate musical structures, their avant-garde contribution to the time spirit of the seventies and the eighties is being acknowledged all over the world as well. Agnetha hardly seems to realize this. The way she talks about ABBA, reveals a certain naivety.
  Agnetha: “When we called it a day with ABBA in the beginning of the eighties, I thought we would be forgotten after a few years. I never realized how big the impact of our group was. But now, in the nineties, ABBA is back with a vengeance. In my life as well. Meanwhile, the revival has become so strong, that we can’t ignore it any longer. You know, when our music has lasted for such a long time, and is still appealing to so many people all over the world, then there has to be something special about us as a group?”



  For years, Agnetha has wanted nothing more than to be at home and lead a private life. She has no desire for the spotlights. It is often suggested that she’s living like a recluse, shut off from society. But in reality, she’s in the centre of life. She regularly shows up at parties and premieres. But she doesn’t perform any longer.
  Agnetha: “I want to show my talent, my aim is not so much to be worshipped by loads of people. After the immense success of the group, I wanted to prove I was more than ABBA’s Agnetha. That’s why I realized a lifelong dream when I got the opportunity. I accepted a part in a movie, in order to prove myself as an actress as well. After my movie, I recorded my first international solo album ‘Wrap Your Arms Around Me’, together with Mike Chapman. The fact that this album sold 2,5 million copies, gave me the feeling that I could be successful on my own as well. But by then, my children were my priority already. The projects that I’m really proud of are the albums that I’ve recorded together with them. These days, I’m keeping myself occupied with managing my horse-riding centre and the supervision of my capital. Who knows, I might even sing again, a movie soundtrack or something like that. Just for fun.”

  Out of the four ABBA-members, it was especially Agnetha who started her solo career full of ambition. Indeed, she was already successful as a solo singer in Sweden, even before ABBA existed. With ABBA’s major breakthrough and the numerous hits that followed, Agnetha’s ambition strangely diminished. What came instead was the care for her children and uncontrollable fears. This resulted in the dramatic divorce from Björn and several conflicts in the group.
  Agnetha: “I enjoyed the success, but I had the feeling that I was torn in two. On the one hand, I was a star, and on the other I was a mother. On top of that, I developed an enormous fear of flying, after a near plane crash. I was afraid that my children would be left behind without parents. I missed them when I was standing there singing my umpteenth hit, far away from home. That’s why I rather wanted to stay at home at a certain point. Björn and I had many arguments about that. He thought that I couldn’t let certain opportunities go by. But the children were my priority. I didn’t have any problems with television performances, because they were always brief. But I wasn’t up for the tours that lasted for months on end. After our divorce, I agreed to one more world tour. This tour was very difficult for me. On stage, I was radiating, but behind the scenes, I felt like a wreck.”



  Still, the divorce didn’t mean the end of ABBA immediately. Many regard the records after the divorce as the group’s finest moment. The melodies are more complicated, the lyrics are less superficial and sometimes even painfully personal.
  Agnetha: “At a certain moment, Björn and I just had to face the facts. Things just weren’t working out between us. When we eventually had decided to separate, an enormous pressure disappeared. We were free again, and could go out with other people again. This had a positive effect on the atmosphere in the group. It’s definitely true that our work got more profound because of it. We wrote better songs, with more real emotion and pure feelings. I still regard ‘The Winner Takes It All’, ‘One Of Us’ and ‘The Day Before You Came’ as our best songs.”

  When Benny and Frida’s marriage comes to an end as well, due to Benny having an affair, ABBA is doomed. But none of the ABBA-members has the nerve to break away from the ABBA-heritage officially.
  Agnetha: “That was the strange thing about the whole situation. None of us really felt like it any longer, but none of us had the nerve to say: ‘I quit’. We had achieved everything there was to achieve, we had written good songs and achieved an enormous success, and then there comes a time when you want to move ahead. At a certain point, I said during an interview that I preferred a solo career to ABBA, and that I couldn’t imagine that we’d ever be on stage together again. I gave that interview only a year after our last recordings, but during that short time I had become so far removed from ABBA, that I hardly noticed that I had put an end to an era by saying that. Since then, I’ve decided to lead my life at my own pace. This has made me much happier.”

Font: ABBA The Articles


37th Post | 37ª Publicação

"ABBA's Spiritual Mission" — Article 1997 Paravisie

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

  Hoje publicaremos um artigo bastante interessante. Na nossa opinião, um dos melhores artigos sobre os ABBA. No fim de tudo o que está escrito, diversas questões apareceram e gostaríamos de ouvir as vossas opiniões, comentando este post.

  Today will publish an article a quite interesting. In our opinion, one of the best articles about ABBA. After all that is written, several issues will appear and we would like to hear your opinions, commenting on this post.

*Português*

  Enquanto ABBA está muito na moda ultimamente, um livro misterioso chegou ao nosso conhecimento, em que se afirma que os ABBA está em contato com extraterrestres e tem uma missão espiritual para cumprir na terra. Fez ou faz o grupo pop de maior sucesso desde The Beatles uma maior influência sobre a humanidade do que muitos poderiam ter pensado ser possível?

  No clube de fãs dos ABBA holandês, que ainda tem alguns milhares de membros, a espiritualidade é um item quente no momento. A ocasião é um livro de escritores alemães Gord Kaa e Sasa Merts: "ABBA, Die Besucher", que foi publicado em 1985, mas só recentemente atraiu a atenção de todos. No livro, os autores afirmam que o grupo está a ter ligações próximas com extraterrestres e estão a ter uma missão espiritual para cumprir na terra. Ainda é afirmado ser possível que os membros do grupo são os próprios aliens. Görd Kaa recebeu vários impulsos (outros chamam-lhes visões), em que ele foi contratado para escrever a peça. "Eles parecem ser canções de amor, mas essa é a parte mais complicada: Há uma mensagem escondida lá dentro." As letras foram analisadas e, entre outras coisas, há uma conversa de ABBA-religião, de ABBA-amor e de ABBA-estilo de vida.  
  Especialmente na Alemanha, esse movimento está a começar a ganhar cada vez mais adeptos, mas na Holanda as pessoas estão cada vez mais tomando a sério essas coisas também.


  Especialmente a cantora Anni-Frid Lyngstad dos ABBA, mais conhecida como Frida, parece ser o centro de imaginações quase infinitas. Além do fato de ela ainda cantar ocasionalmente, ela gasta o seu tempo como a porta-voz do movimento ambientalista sueco, e ela recentemente chocou a nação sueca por aparecer na televisão com um balde cheio de vermes, como um exemplo de reciclagem de lixo natural. Embora ABBA tenha parado as gravações já há algum tempo, diz-se que o seu "trabalho espiritual" continua nos seus projetos pessoais. Mas o livro alemão só leva até 1985 e já não está à venda. É por isso que as cópias da peça estão espalhadas entre os fãs. Ninguém nunca ouviu falar dos autores novamente e as tentativas dos fãs alemães para contatar com eles, não aconteceram. É por isso que um grupo de fãs de Berlim, sendo um deles Thomas Zimmerman (30 anos), atualizaram a peça a 1996. "O livro de letras dos ABBA é uma espécie de Bíblia para mim. Eu tive muitas discussões sobre isso com o meu pai católico. Ele acha que é uma blasfêmia para fazer tais comparações. E ele realmente perde quando eu digo-lhe que a palavra ABBA também está na Bíblia. Lá significa "pai". Mas, para mim, uma coisa não exclui necessariamente a outra. Eu inspirei-me na Bíblia cristã, mas ainda mais no livro de letras dos ABBA. Isso cobre tudo. Eles lidam sobre a vida cotidiana e fornecem ferramentas para se viver a vida de uma forma positiva: 'Algo bom em tudo o que vejo' (de I Have A Dream). E tudo a partir de um ponto de vista individual. É pura nova era. E o bom é que isso transcende em todas as religiões e visões do mundo, porque não há nenhuma condenação em qualquer uma das letras. E é tudo muito casual. Nas letras não existem nada mais do que o obrigatório que em 'Take A Chance On Me' e 'Voulez-Vous'. Todos são capazes de interpretar as letras no seu próprio caminho. "

  "Nas canções, as ferramentas estão a ser dadas para melhorar a tua própria situação. E, muitas vezes, eles elaboram sobre isso em canções seguintes, é claro que na forma de canções de amor como 'I Wonder'. Houve uma época em que eu tinha que tomar uma decisão radical na minha vida. Devo pegar esse novo trabalho e deixar tudo para trás, indo para o lado contrário da Alemanha? Ou não devo? Instintivamente, eu ouvi essa música. A resposta estava lá para ser encontrada: 'Ah, não, eu vou ser forte, uma chance numa vida, sim eu vou pegar, não pode dar errado. Eu não sou um covarde'. Não pode dar errado. ABBA dá poderes positivos. Decidi sair e não me arrependi nem por um momento. Já ouvi falar de outros fãs que têm experiências idênticas. Uma música como 'Move On' estão cheias de mensagens também. A vida é uma viagem através do tempo e do espaço. Nós somos ordenados a não ficar parado, porque o ritmo da vida é um ciclo. Anteriormente, já foi apontado em 'Waterloo': 'o livro de história na estante está sempre se repetindo'." 

  Mas o que é a parte extraterrestre encaixa em tudo isto? Thomas: "Em primeiro lugar, existem as visões que muitas pessoas tiveram. Também é perceptível nos ABBA. A sua aparência, os seus álbuns, as suas letras. Mas é tudo muito sutil. Em segundo lugar, quando você olha para certas fotografias de perto, especialmente da Frida, você não pode chegar a outra conclusão sem ser que o seu majestoso carisma deve vir do espaço. Mas as letras estão cheias de referências a forças cósmicas, extraterrestres. Como em 'I'm A Marionette'. Lá literalmente diz: 'Como se eu tivesse saído do espaço' "
  No livro, a música 'Eagle' é apontada como um exemplo distinto. As letras lidam com "eles" que vêm de longe, sabem as respostas para tudo, falam estranhamente, mas 'eu' (= ABBA) entendo. Segundo os autores, a importância da música 'The Visitors' torna-se clara, devido ao fato de que o livro também é intitulado 'Die Besucher'. No título do último álbum completo pelos ABBA, acredita-se no encontro real com extraterrestres a serem descritos. A canção fala com a emoção, mas também o medo que "eles" eles tinham com quem ia tocar a campainha. Há partes sobre "reuniões secretas". E "agora eles vieram me levar".

  Terá ABBA sido abduzido por OVNIs? Isso é o que os autores do livro estão se perguntando. ABBA deve estar bem preparado para a chegada dos extraterrestres, mas ainda continua a ter medo de finalmente obter as respostas para tantas perguntas. Isso faz com as vossas existências na Terra colapse: 'O meu mundo inteiro está caindo, enlouquecendo. Eu sinto que estou a ter um colapso'. De acordo com Zimmerman a canção seria uma trilha sonora ideal para o melhor filme de ficção científica. "Não apenas por causa da sua letra, mas a música em si é uma história diferente também. A voz de Frida soa extraterrestre nesta canção." O fato de que a voz de Frida foi tratada por um harmonizador eletrônico (amostrador) para esta canção, não convence Thomas o contrário. "Isso pode ser verdade, mas em tantos outros registros harmonizadores estão a ser usados, e não há um que realmente faz um som de voz como este. Assim, ou o harmonizador vem de um OVNI ou vem de Frida."

  De acordo com o livro, as referências subtis para o cosmos e para o espaço são ainda claros no registro da produtora sueca que apreciamos os frutos do sucesso dos ABBA: Polar Music. No início, ele era um globo e, mais tarde, no da segunda turnê mundial dos ABBA: três pirâmides, foram impressas no rótulo da produtora. "Especialmente a pirâmide é um símbolo da energia cósmica em muitos movimentos espirituais", diz o livro. "Além disso, a capa do álbum 'Voulez-Vous' usa uma pirâmide, com uma fotografia de Agnetha e Frida usando cintos futuristas enfeitadas com delicados corpos celestes, ou melhor, pequenas estrelas."


  Muitos fãs alemães do 'club ABBA OVNI' estão tendo sessões de meditação com canções dos ABBA e pretendem chegar a um certo estado de êxtase. "Nós apenas sentamos juntos, colocamos um pouco de canções dos ABBA e abrimos as nossas almas usando técnicas de yoga", diz Thomas. "Então, temos uma sensação maravilhosa. ABBA é de qualquer forma um aumento de humor, mas em tal sessão você realmente tem a sensação de que está a contactar os cosmos. É como se você chegasse a uma frequência maior. Você está numa dimensão diferente. Especialmente em músicas como ‘I’ve Been Waiting For You’, 'Move On', 'I Let The Speak Music' e 'The Visitors', são perfeitas para isso. Mas também o álbum a solo da Frida em sueca, lançado no ano passado, chamado 'Djupa Andetag', é completo de músicas para chegar a esse estado de êxtase. Especialmente 'Älska Mig Alltid', 'Även En Blomma' e o celestial 'Lugna Vatten' são muito edificante."

  Anita Nootenboom, presidente da clube de fãs dos ABBA holandês acha que é tudo um disparate. "Aquelas pessoas na Alemanha estão perdidas. E agora percebo que um grupo de fãs na Holanda também está a começar a ficar louco, eu estou a ficar preocupada. Quando eu vejo que as pessoas estão formando esses grupos de meditação ou a começar a praticar yoga nas nossas reuniões em abril, eu vou os expulsar. Eu não quero ter nada a ver com isso."

  Gerard Hesen (32 anos) de Venlo, fã dos ABBA desde do primeiro dia, tem as suas dúvidas também, mas é um pouco mais aberto. "O material extraterrestre é um passo muito grande para mim. Estou muito reservado para isso. Eu acho que o livro alemão é muito interessante. Eu li seis vezes. Mas principalmente para ver como eles analisaram totalmente essas letras. Eu não tenho problemas com as pessoas a meditar nas reuniões do clube de fãs. Isso realmente não me incomoda. Eu só não vou participar."

  De acordo com os autores do livro, os membros dos ABBA não são, possivelmente, mesmo cientes da sua missão. Mas qual foi a reação quando Agnetha e Frida foram confrontados com o livro? Frida fez uma piada sobre isso. "Eu não vos disse anteriormente que eu venho de Marte?", E ela não queria elaborar sobre isso. É notável que os autores não notaram que Frida gravou uma música a solo em 1975, chamada 'Liv På Mars "(Vida em Marte). Agnetha disse apenas duas palavras sobre o livro: "Que interessante!" Gerard Hesen diz que a reação das duas senhoras é muito sensível. "Elas deixaram no ar. Se elas dizem que na verdade têm uma missão e estão em contato com extraterrestres, as pessoas não as levaram a sério mais e elas serão ridicularizadas. Mas se tivessem firmemente negado e descartado o livro como puro disparate, o mito teria ido embora. E isso não faz nenhum favor aos seus enormes estrelatos."


  Ainda assim, recentemente Björn dos ABBA pensou que era a hora de revelar algo sobre a música "The Visitors". Durante anos, ele firmemente se recusou a dizer quem é que os visitantes eram. Insistindo não ajudava em nada. Mas quando as histórias de encontros extraterrestres chegou aos seus ouvidos, ele disse sobre a canção: "'The Visitors' lidam com dissidentes em ditaduras que são pegados pelo serviço secreto, como por exemplo, os dissidentes na União Soviética comunista." Mas os fãs alemães que acreditam que o livro extraterrestre acham que essa explicação é muito convulsiva e apressada demais para acreditar. Björn não queria falar sobre OVNIs também. Ele apenas disse: "Eu ouvi essas histórias, mas eu acho que é melhor não dizer nada sobre isso."

  Na Alemanha e além, a euforia atingiu o seu pico recentemente, quando os relatórios publicados em jornais que os ABBA voltaram a se reunir para gravar outro álbum. "O trabalho ainda não está terminado. Tem que haver outro álbum. Especialmente depois de todos esses projetos a solo, as forças têm de ser combinados de novo", Thomas pensa. "Que isso é possível, já foi comprovado, pois após o primeiro álbum a solo em inglês de Frida 'Something's Going On' e o single de Agnetha 'Never Again', ABBA voltou ao estúdio para gravarem as músicas 'The Day Before You Came' , 'Under Attack', 'Just Like That' e 'I Am The City'. Depois disso, tudo estava acabado. Mas agora ... no passar do tempo os membros separados todos desenvolveram enormemente. Se você combinar tudo isso, o resultado seria o álbum mais fantástico de sempre."

  A decepção não poderia ser maior quando a Mono Music em Stockholm respondeu que não se falava em uma reunião de todo. "Os relatórios dos meios de comunicação foram baseadas num mal-entendido. Para o futuro, a reunião não está descartada, mas definitivamente não existem planos concretos para isso. E é muito questionável se isso irá acontecer ", diz Görel Hanser, porta-voz da sede dos ABBA na Suécia. Os fãs encontraram esperança no fato de que o grupo nunca acabou oficialmente, devido a vários interesses empresariais. Para ajudar à matéria, os fãs na Alemanha começaram a meditar para liberar poderes cósmicos que irão juntar os ABBA novamente. Se irá ajudar ... o tempo o dirá.


Tradução & Adaptação: ABBA Best
Fonte: ABBA The Articles


*English*

  While ABBA is very much in the picture lately, a mysterious book has come to our attention, in which it is claimed that ABBA is in contact with extraterrestrials and has a spiritual mission to fulfil on earth. Did or does the most successful pop-group since The Beatles have a greater influence on mankind than many would have thought possible?

  At the Dutch ABBA-fanclub, that still has a few thousand members, spirituality is a hot item at the moment. The occasion is a book by German writers Görd Kaa and Sasa Merts: "ABBA, Die Besucher", that was published back in 1985, but only recently has grabbed everyone’s attention. In the book, the authors claim that the group is having close connections with extraterrestrials and is having a spiritual mission to fulfil on earth. It’s even claimed to be possible that the group-members are aliens themselves. Görd Kaa received several impulses (others call them visions) in which he was commissioned to write the piece. “They seem like love-songs, but that’s the tricky part: there is a hidden message in there.” The lyrics have been analysed and, among other things, there’s talk of the ABBA-religion, the ABBA-love and the ABBA-lifestyle. Especially in Germany, this movement is starting to gain more and more followers, but in Holland people are increasingly taking these things seriously as well.


  Especially ABBA-singer Anni-Frid Lyngstad, better known as Frida, seems to be the centre of almost endless imagination. Apart from the fact she still sings occasionally, she spends her time as the spokesperson of the Swedish environmental movement, and she recently shocked the Swedish nation by appearing on television with a bucket full of worms, as an example of natural garbage recycling. Although ABBA has stopped recording for some time now, it is said that their "spiritual work" continues in their personal projects. But the German book only leads up to 1985 and is not for sale anymore. That’s why copies of the piece are spread among fans. No one has ever heard of the authors again and attempts by German fans to contact them have not succeeded. That’s why a group of fans from Berlin, one of them being Thomas Zimmerman (30), have updated the piece themselves to 1996. “ABBA’s lyric-book is sort of a Bible to me. I’ve had many quarrels about that with my catholic father. He thinks it’s blasphemous to make such comparisons. And he really looses it when I tell him that the word ABBA is also in the Bible. In there it means ‘father’. But for me, one thing doesn’t necessarily exclude the other. I draw inspiration from the Christian Bible, but even more from ABBA’s lyric-book. It covers everything. They deal about everyday life and provide tools to encounter life in a positive way: ‘Something good in everything I see’ (from ‘I Have A Dream’). And all from an individual point of view. It’s pure new age. And the good thing is, that it transcends all religions and world-views, because there’s no condemnation in any of the lyrics. And it’s all very casual. In the lyrics it doesn’t get any more binding than in ‘Take A Chance On Me’ and ‘Voulez-Vous’. Everyone is able to interpret the lyrics in his or her own way.”

  “In the songs, tools are being given to improve your own situation. And often, they elaborate on that in subsequent songs, of course in the shape of love-songs like ‘I Wonder’. At one time I had to make a radical decision in my life. Would I take that new job and leave everything behind by moving to the other end of Germany? Or would I not? Instinctively, I listened to that song. The answer was there to be found: ‘Oh no, I’ll be strong, one chance in a lifetime, yes I will take it, it can’t go wrong. I’m not a coward’. It can’t go wrong. ABBA gives positive powers. I decided to leave and haven’t regretted it for a moment. I’ve heard of other fans having identical experiences. A song like ‘Move On’ is full of messages as well. Life is a trip through time and space. We are commanded not to stay put, because the rhythm of life is a cycle. Earlier on, it was already pointed out in ‘Waterloo’: ‘the history book on the shelf is always repeating itself’.”

  But what is the extraterrestrial part in all this? Thomas: “First of all, there are the visions many people have had. It’s also perceivable in ABBA themselves. Their appearance, their album-covers, their lyrics. But it’s all very subtle. Secondly, when you look at certain photographs closely, especially Frida, you can’t reach any other conclusion than that her majestic charisma must come from outer space. But the lyrics are full of references to extraterrestrial, cosmic forces. Like in ‘I’m A Marionette’. It literally says: ‘As if I had come out of space’.”
  In the book, the song ‘Eagle’ is named as a distinct example. The lyrics deal with ‘they’ who come from far away, know the answers to everything, speak strangely, but ‘I’ (= ABBA) understand. According to the authors, the importance of the song ‘The Visitors’ becomes clear due to the fact that the book is also titled ‘Die Besucher’. In the title-track of ABBA’s last complete album, the actual meeting with extraterrestrials is believed to be described. The song deals with the excitement, but also the fear of ‘them’ who ring the doorbell. There are parts about ‘secret meetings’. And ‘now they’ve come to take me’.

  Has ABBA been abducted by UFO’s? That’s what the authors of the book are wondering about. ABBA should be well-prepared to the arrival of the extraterrestrials, but still be afraid to finally get the answers to so many questions. It makes your earthly existence collapse: ‘My whole world is falling, going crazy. I feel I’m cracking up’. According to Zimmerman the song would be an ideal soundtrack to the better science-fiction movie. “Not just because of its lyrics, but the music itself is a different story as well. Frida’s voice sounds extraterrestrial in this song.” The fact that Frida’s voice has been treated by an electronic harmonizer (sampler) for this song, doesn’t convince Thomas otherwise. “That may be true, but on so many other records harmonizers are being used, and that really doesn’t make a voice sound like this. So either the harmonizer comes from an UFO, or Frida herself.”

  According to the book, the subtle references to the cosmos and space are even clear in the Swedish record-label that enjoyed the fruits of ABBA’s success: Polar Music. At first, it was a globe and later on, the stage setting of ABBA’s second world-tour: three pyramids, were printed on the label. “Especially the pyramid is a symbol of cosmic energy in many spiritual movements,” the book says. “Also, the ‘Voulez-Vous’ album cover uses a pyramid, with a photograph of Agnetha and Frida wearing futuristic belts adorned with delicate heavenly bodies, or rather little stars.”


  Many fans of the German ‘ABBA-UFO club’ are having meditation-sessions with ABBA-music and claim to reach a certain state of ecstasy. “We just sit together, put on some ABBA-music and open up our souls using yoga-techniques,” says Thomas. “Then we get a marvellous feeling. ABBA is mood-enhancing anyway, but in such a session you really get the feeling you’re contacting the cosmos. It’s like you reach a higher frequency. You’re in a different dimension. Especially songs like ‘I’ve Been Waiting For You’, ‘Move On’, ‘I Let The Music Speak’ and ‘The Visitors’ are perfect for this. But also Frida's Swedish-language solo album, released last year, called ‘Djupa Andetag’ is full of music to reach that state of ecstasy. Especially ‘Älska Mig Alltid’, ‘Även En Blomma’ and the heavenly ‘Lugna Vatten’ are very elevating.”

  Anita Nootenboom, president of the Dutch ABBA-fanclub thinks it’s all nonsense. “Those people in Germany have really lost it. And now I notice that a group of fans in Holland is also starting to go crazy, I’m getting worried. When I see that people are forming these meditation-groups or starting to practise yoga at our coming fanclub-day in April, I will throw them out. I don’t want anything to do with that.”

  Gerard Hesen (32) from Venlo, ABBA-fan since day one, has his doubts too, but is a bit more open-minded. “The extraterrestrial stuff is a step too far for me. I’m too reserved for that. I do think that German book is very interesting. I’ve read it six times. But primarily to see how they fully analysed those lyrics. I don’t have a problem with people meditating at the fanclub-day. It really doesn’t bother me. I’m just not going to join in.”

  According to the authors of the book, the ABBA-members are possibly not even aware of their mission. But what was the reaction when Agnetha and Frida were confronted with the book? Frida made a joke about it. “Didn’t I tell you earlier that I come from Mars?” and she didn’t want to elaborate on that. It’s remarkable that the authors haven’t noticed that Frida has recorded a solo song in 1975 called ‘Liv På Mars’ (Life On Mars). Agnetha only said two words about the book: “How interesting!” Gerard Hesen says the reaction of the two ladies is very sensible. “They leave it up in the air. If they say they indeed have a mission and are in contact with extraterrestrials, people won’t take them seriously anymore and they will be ridiculed. But if they had firmly denied it and discarded the book as pure nonsense, the myth would have been gone. And that doesn’t do their enormous star-standing any favors.”


  Still, recently ABBA’s Björn thought it was time to reveal something about the song "The Visitors". For years he firmly refused to say who those visitors were. Insisting wouldn’t help at all. But when the stories of extraterrestrial meetings reached his ears, he said about that song: “'The Visitors’ deals with dissidents in dictatorships who get caught by the secret service, like for example the dissidents in the communistic Soviet Union.” But the German fans who believe the extraterrestrial book think this explanation is too convulsive and hasty too believe. Björn didn’t want to talk about UFO’s either. He just said: “I’ve heard those stories, but I think it’s best not to say anything about it at all.”

  In Germany and beyond, the euphoria reached its peak recently when reports appeared in newspapers that ABBA would reconvene to record another album. “Their work is not finished yet. There has to be another album. Especially after all those solo projects, the forces have to be combined again,” Thomas thinks. “That this is possible, has been proven already, because after Frida’s first English-language solo album ‘Something’s Going On’ and Agnetha’s single ‘Never Again’, ABBA went back into the studio to record the songs ‘The Day Before You Came’, ‘Under Attack’, ‘Just Like That’ and ‘I Am The City’. After that, it was over. But now... in the passing of time the separate members all have developed tremendously. If you combine that, the outcome would be the most fantastic album ever.”

  The disappointment couldn’t be bigger when Mono Music in Stockholm replied that there wasn’t talk of a reunion at all. “The reports in the media were based on a misunderstanding. For the future, a reunion isn’t ruled out, but there definitely aren’t concrete plans for it. And it’s very questionable if it will ever happen,” says Görel Hanser, spokesperson of the ABBA-headquarters in Sweden. The fans find hope in the fact that the group never officially broke up, due to several business interests. To help matters, the fans in Germany have started meditating to release cosmic powers that will get ABBA back together again. If it will help... time will tell.

Font: ABBA The Articles



36th Post | 36ª Publicação

ABBA Rock N' Roll Hall Of Fame

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

  Em 2010, os ABBA entraram na Rock N' Roll Hall Of Fame.
  Rock n'Roll Hall Of Fame é um museu inaugurado em 1995 (porém criado em 1986), localizado em Cleveland, no estado Ohio nos EUA. 
  Este museu dedica-se ao registo da história de alguns dos mais importantes e conhecidos artistas, produtores, entre outros, que influenciaram a industria do rock e do pop.


  In 2010, ABBA got in Rock N'Roll Hall Of Fame.
  Rock n'Roll Hall Of Fame it's a museum opened in 1995 (but created in 1986), located in Cleveland, Ohio state, USA. 
  This museum is dedicated to archiving the history of some the most important and best-known artists, producers, between others, that influenced the rock and pop industry.  

  Benny e Frida representaram a banda. Veja os videos.
  Benny and Frida represented the band. Check out the videos.






35th Post | 35ª Publicação

ABBA In Studio 2 — Poland

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

  Hoje partilhamos o video ABBA In Studio 2, na Polónia, gravado em 7 e 8 de Outubro de 1976. Este video nunca foi lançado em DVD porém foi passado na TV na Polónia.


  Today we share the video ABBA In Studio 2, in Poland, filmed in 7th and 8th October 1976. This video was never realized in DVD but it was broadcasted in Poland.

Músicas / Musics:
Arrival
Waterloo
SOS
Nina Pretty Ballerina
Dancing Queen
My Love my Life
When I Kissed The Teacher
Knowing Me Knowing You
Fernando
Tiger
Money Money Money
Fernando




34th Post | 34ª Publicação

ABBA Live At Wembley Arena (1979) - CD/LP

Olá a todos como estão?
Hello everybody how are you?




A página oficial dos ABBA no Facebook, anunciou a lista de faixas que estarão disponíveis no novíssimo CD/LP ao vivo em Wembley em 1979! Confirmem: 

The official page of ABBA on Facebook, announced the track list which will be available in the newest CD/LP live in Wembley in 1979! Check out:


1. Gammal Fäbodpsalm
2. Voulez-Vous
3. If It Wasn’t For The Nights
4. As Good As New
5. Knowing Me, Knowing You
6. Rock Me
7. Chiquitita
8. Money, Money, Money
9. I Have A Dream
10. Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight)
11. SOS
12. Fernando
13. The Name Of The Game
14. Eagle
15. Thank You For The Music
16. Why Did It Have To Be Me
17. Intermezzo No 1
18. I’m Still Alive
19. Summer Night City
20. Take A Chance On Me
21. Does Your Mother Know
22. Hole In Your Soul
23. The Way Old Friends Do
24. Dancing Queen
25. Waterloo




Finalmente "I'm Still Alive" será lançada com boa qualidade! Ótimas noticias! Será lançado em 2 x CD e 3 x LP, a Setembro deste ano, 2014.

Finally "I'm Still Alive" will be released with good quality! Wonderful news! It'll be realized in 2 x CD and 3 x LP, in September of this year, 2014.

Become A Real Pepparkakor Baker With ABBA — Article 1977

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

Hoje trazemos um artigo bastante engraçado para vocês! Aproveitem!
Today we bring an article really funny to you! Enjoy it!

*Português*

  Há um monte de aplausos e gritos vindos da cozinha enorme. Cautelosamente, Agnetha dos ABBA tentou abrir a porta. Está trancada. A gritaria se transformava em uma explosão de dois alegres risos sonoros e do outro lado da porta, está a ser destrancada. "Entrem," parece uma voz estrangulada. Nós empurramos a porta aberta e estamos a olhar para a maior bagunça dos ABBA de sempre!

  Sorrindo timidamente e cobertos de farinha branca, a metade masculina do grupo pop mais popular da Europa está de pé, atrás de uma grande quantidade de massa de bolo. Atrás de nós, a metade feminina dos ABBA está a morrer de tanto rir. "O que é isso?" preguntamos com língua presa e desorientados. "Estamos a assar pepparkakor," Benny e Björn declaram orgulhosamente. "Pepparwhat?" "Pepparkakor", Anni-Frid — ainda rindo — vem para o resgate. ... Algum tipo de bolachas estão sendo servidas com nossa Gluhwein aqui na Suécia. Normalmente estas bolachas são um verdadeiro mimo. Mas ontem Benny estava se vangloriando de que tinha aprendido uma receita pepparkakor muito especial da sua mãe. Bem, então Anna e eu dissemos: "Então prove que você consegue fazer." E esta confusão é o resultado!
  Cautelosamente todos nós olhamos para o trabalho dos chefs de pepparkakor. Um pouco de guitarra, não há surpresa aí, um pouco de um fantoche com um laço no seu cabelo e uma criatura parecida com um trolls. "Não é ruim", foi o que pensamos, "mas com certeza que você não pode comê-lo assim?" Frida novamente vem para o resgate: "Não, eles têm que ir para o forno primeiro- Mas se eles fizeram a massa do bolo corretamente, isso não deve ser um problema ...".


  Ela não é capaz de elaborar mais porque os homens estão empurrando-nos para fora de seus domínios. Eles vão cozer agora. Quando olhamos sobre os nossos ombros, vemos que Benny e Björn estão a amassar o próximo pedaço de farinha de bolo... Estamos muito curiosos, e ao mesmo tempo ansiosos. Basta imaginar que eles não conseguem e ainda teremos que comer essas bolachas com um largo sorriso no rosto? Mas 30 minutos depois, vimos que nos preocupamos em vão. Rodeados por um cheiro delicioso, os dois chefs caminharam solenemente para a sala, com um prato de bolachas! E quando, finalmente, colocamos os dentes neles (ao principio cuidadosamente), é difícil recuperar o fôlego. É que estão realmente deliciosos. Os bonecos e a pequena guitarra milagrosamente permaneceram intactos no forno. Apenas as bolachas reais, pequenas e em forma de todos os tipos de flores e estrelas, são comidos. Os bonecos são para a Linda, a menina da Agnetha, e sabe-se que os ABBA têm uma surpresa reservada para nós também. Porque quando o nosso desejo por doces foi totalmente satisfeito, Benny traz um pedaço rasgado de papel. "Aqui, esta é a receita. Você pode partilhar para os vossos leitores", disse ele, deixando-nos sem palavras para os próximos quinze minutos. "Eu espero que eles se divirtam tanto a preparar estas bolachas genuínas suecas como o Björn e eu!"
  Tivemos um monte de problemas para traduzir a receita do sueco e está aqui escrito para vocês. Boa sorte com isso.

Tradução & Adaptação: ABBA Best
Fonte: ABBA The Articles

*English*

  There's a lot of cheering and shrieking coming from the enormous kitchen. Cautiously, ABBA's Agnetha is trying the door handle. It's locked. The shrieking turns into a joyful, two-voiced burst of laughter and on the other side the door is being unlocked. "Do come in," it sounds in a strangled voice. We push the door open and we are looking at the biggest ABBA mess ever!

  Grinning sheepishly and covered in white flour, the male half of Europe's most popular pop group is standing behind a large quantity of cake dough. Behind us, the female half of ABBA is bursting with laughter. "What's this?" we ask tongue-tied and bewildered. "We are baking pepparkakor," Benny and Björn proudly declare. "Pepparwhat?" "Pepparkakor," Anni-Frid - still chuckling - comes to the rescue. "Some kind of cookies that are being served with our Gluhwein here in Sweden. Normally these cookies are a real treat. But yesterday Benny was bragging that he had learned a very special pepparkakor recipe from his mother. Well, then Anna and I said: 'Just prove what you can do'. And this mess is the result!"
  Cautiously we all look at the work of the pepparkakor master chefs. A little guitar, no surprise there, a little puppet with a bow in her hair and some troll-like creature. "Not bad," is what we think, "but you surely can't eat it like this?" Frida again comes to the rescue: "No, they have to go into the oven first. But if they've treated the cake dough properly, that shouldn't be a problem..."


  She isn't able to elaborate any further because the men are pushing us out of their domain. They are going to bake now. When we look over our shoulder we see that Benny and Björn are rolling out the next piece of cake flour... We are very curious, and at the same time anxious. Just imagine that they don't succeed and we will still have to eat these cookies with a broad smile on our faces? But thirty minutes later it turns out that we have been worried in vain. Surrounded by a delicious smell the two chefs solemnly walk into the room, with a dish of cookies! And when we finally put our teeth into those (carefully at first), it's hard to catch our breath. This is really delicious. The puppets and the little guitar have miraculously remained intact in the oven. Only the real cookies, small and shaped like all kinds of flowers and stars, are eaten. The puppets are for Linda, Agnetha's little girl, and it turns out that ABBA has a surprise in store for us as well. Because when our craving for candy has been fully satisfied, Benny brings out a tattered piece of paper. "Here, this is the recipe. You can have it for your readers," he says, leaving us speechless for the next fifteen minutes. "I hope they will have as much fun preparing these genuine Swedish cookies as Björn and me!"
  We went to a lot of trouble translating the recipe from Swedish and it's printed here for you. Good luck with it.



33rd Post | 33ª Publicação

Making Of "Something Going On"

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

  Há algum tempo atrás, encontramos um vídeo bastante interessante e decidimos partilhar com vocês. Este vídeo mostra o "making of" do álbum da Frida "Something Going On" com Phil Collins. Neste vídeo ouvimos, também, a opinião de Benny & Björn e podemos ver o Paul Mccartney!
  Aproveitem o vídeo :)

  Some months ago, we found a very interesting video and we decided to share with you. This video shows the "making of" of Frida's album "Something Going On" with Phil Collins. In this video we can listen, also, the opinion of Benny & Björn and we can see Paul Mccartney!
  Enjoy the video :)




Comentem se gostaram! 
Comment if you liked it!


32nd Post | 32ª Publicação

Mamma Mia! The Movie

Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

  Acho que todos nós já assistimos ao filme Mamma Mia!, lançado em 2008. Este filme bateu recordes, por exemplo no Reino Unido como o DVD que mais vendeu no 1º dia, numa quantidade de 1 669 084 unidades. 
  Realizado por Phyllida Lloyd, este filme é sobre uma jovem sonhadora e romântica que vai-se casar-se e por não conhecer o seu pai biológico, envia convites para três supostos pais para comparecerem ao seu casamento, sem a sua mãe saber. A jovem leu o diário da mãe e viu que um dos três homens pode ser de facto o seu pai.

  I think we've all watched Mamma Mia The Movie!, released in 2008. This film broke records, for example in the UK as the biggest selling DVD in one day, an amount of 1,669,084 units. 
  Directed by Phyllida Lloyd, this film is about a dreamer and romantic young girl who will marry and doesn't knowing who is her biological father, sends invitations to three alleged parents to attend to her marriage, without his mother knowing. She read the diary of the mother and saw that one of three men can be in fact her father.



  Uma comédia musical com Meryl Streep, Pierce Brosnan, Colin Firth, Stellan Skarsgård, Julie Walters, Dominic Cooper, Amanda Seyfried e Christine Baranski, ao som de ABBA

  A musical comedy with Meryl Streep, Pierce Brosnan, Colin Firth, Stellan Skarsgård, Julie Walters, Dominic Cooper, Amanda Seyfried and Christine Baranski, with the sound of ABBA.



  O filme foi gravado na Grécia, na ilha grega de Escíatos, nas Espórades. No filme, Benny e Björn aparecem em pequenas partes.

  The film was recorded in Greece, the Greek island of Skiathos in Sporades. On the movie, Benny and Björn appear in a small piece. 







31st Post | 31ª Publicação

"Ovations for ABBA - First concert in Holland" - Article 1977


Olá a todos, como estão?
Hello everybody, how are you?

Hoje trazemos um artigo sobre o primeiro concerto dos ABBA na Holanda, em 1977, publicado na Hitkrant.

Today we post an article about the first concert from ABBA in Holland, in 1977, published on Hitkrant.

*Português*

  O salão Jaap Eden em Amsterdão tem espaço para uma enorme quantidade de pessoas. E, de facto, havia uma enorme quantidade de pessoas: todos eles espectadores entusiasmados pelo concerto que vieram ver e ouvir como o de ABBA — pela primeira vez na sua existência — atuado ao vivo na Holanda. E eles certamente não desapontaram!

  ABBA deu um espetáculo deslumbrante e perfeito e, entretanto, eles provaram que podemos considerá-los como um grupo maduro Pop por agora. As quatro super-estrelas escandinavas conseguiram demonstrar no palco o que eles têm sido promissores nos seus registros até agora. E esses dias que são um grande feito quando você vê e ouve como algumas estrelas pop não conseguem viver à altura das expectativas, quando eles não têm as facilidades técnicas do estúdio.



  Mas temos de admitir que  ABBA não faz por si próprio: por trás do grupo, houve uma seleção de músicos maravilhosos que sempre estiveram presentes, mas nunca dominantes. Era tudo sobre Agnetha, Frida, Björn e Benny ...

  "Tiger" abriu o show e fez-se que o momento tenha sido definido imediatamente. A reação do público foi entusiástica e isso motivou claramente os membros do ABBA. "That's Me" foi seguido por "Waterloo" e os primeiros compassos desta canção despertou o salão Jaap Eden consideravelmente. Parecia não haver fim para os aplausos do público e, obviamente, o mesmo poderia ser dito em "SOS": uma festa de reconhecimento!

  Na verdade, isto pode ser dito em quase todo o espetáculo: os hits sendo mantidos em alta velocidade e quase sem interrupção. "Money, Money, Money" fez o público explodir em aplausos e o mesmo aconteceu em "I Do, I Do, I Do, I Do, I Do" , "Mamma Mia" e claro,"Fernando" , dos quais o refrão foi repetido duas vezes mesmo para dar ao público a oportunidade de cantar junto. E eles certamente fizeram bom uso disso ...



  Duas músicas muito incomuns chamaram à nossa atenção: uma peça instrumental que apresentou o melhor trabalho de teclado do Benny e resultou em um pedaço surpreendente de balançar a música pop. Além disso, o penúltimo desempenho no estilo musical em que — ajudado por um narrador vestido com caudas e as senhoras dos ABBA com vestidos e perucas idênticas — a história contada foi de uma jovem que é colocada no mundo do espetáculo. Apesar da longa duração da peça, manteve-se uma performance divertida, graças também à dança da Agnetha & Frida e o trabalho do espetáculo.

  Um fluxo interminável do trabalho dos ABBA, foi derramado sobre a audiência, variando entre o velho sucesso dos Hep Stars "He Is Your Brother", via "Dum Dum Diddle" , que em breve será lançado o novo single "Knowing Me, Knowing You", o bem humorado "A-B-B-A" em que os membros do grupo se apresentam e, claro, "Dancing Queen", que fez o público levantar-se das suas cadeiras. Mas isso foi também o final da festa dos ABBA. Uma festa que atraiu milhares de pessoas em Amesterdão e que terminou cedo demais para muitos deles ...

  Mas a festa ainda não tinha terminado para Suzan e Marion, os dois leitores da  Hitkrant sobre quem já escrevemos na edição nº 5 que tinham estado tão decepcionados por não terem sido capazes de obter bilhetes para o concerto.
  A gravadora Polydor conseguiu mais dois bilhetes e isso permitiu-lhes irem os dois fãs dos ABBA juntos. Eles estavam ouvindo e assistindo sem respirar! E a cereja no topo do bolo veio quando — depois de muita agitação — Suzan e Marion conseguiram entrar em contato com os membros dos ABBA. Isso aconteceu no Hotel Amstel, onde o grupo ficou. E apesar do fato de que Agnetha, Frida, Björn e Benny estarem obviamente muito cansados após o espetáculo, isso não foi de mais para não lhes darem um pouco de atenção.



  De fato, uma noite maravilhosa, não menos importante para as duas meninas de Hoorn, que não tinham sequer esperança de serem capazes de assistir ao concerto e agora eles podem até conhecer os seus ídolos pessoalmente. As imagens provam o quão bem este foi recebido.

Tradução & Adaptação: ABBA Best
Fonte: ABBA The Articles


*English*


  The Jaap Eden hall in Amsterdam has room for an awful lot of people. And indeed, there were an awful lot of people: all of them enthusiastic concert attendants who came to see and hear how ABBA  — for the first time in their existence — performed live in Holland. And they certainly weren't disappointed!

  ABBA gave a dazzling and perfect show and in the meantime they proved that we can regard them as a mature pop group by now. The four Scandinavian superstars managed to deliver on stage what they have been promising on their records up till now. And these days that's quite an accomplishment when you see and hear how some pop stars can't live up to expectations when they have to do without the technical facilities of the studio.


  But we have to admit that ABBA didn't do it all by themselves: behind the group there was a selection of terrific musicians that were always present but never dominant. It was all about Agnetha, Frida, Björn and Benny...

  "Tiger" opened the concert and it made sure that the mood was set immediately. The reaction of the audience was enthusiastic and this clearly motivated the ABBA members. 'That's Me" was followed by "Waterloo" and the first bars of this song stirred up the Jaap Eden hall considerably. There seemed to be no end to the cheers of the audience and the same could obviously be said for "SOS": a feast of recognition!

  Indeed, this could be said for almost the entire show: the hits kept on coming at full speed and almost without interruption. "Money, Money, Money" made the audience burst out in loud applause and the same went for "I Do, I Do, I Do, I Do, I Do" , "Mamma Mia" and of course "Fernando", of which the chorus was even repeated twice to give the audience the opportunity to sing along. And they certainly made good use of that...

  Two very unusual songs caught our attention: an instrumental piece that showcased Benny's best keyboard work and resulted in a surprising piece of swinging pop music. Furthermore, the penultimate performance in musical style in which —helped by a narrator dressed in tails and the ABBA ladies wearing identical dresses and wigs — the story was told of a young girl that gets caught in the show business. Despite the long duration of the piece, it remained an entertaining performance, not least thanks to Agnetha and Frida's dance and show work.


  An endless stream of ABBA work was poured out over the audience, varying from the old Hep Stars success "He Is Your Brother", via "Dum Dum Diddle", the soon to be released new single "Knowing Me, Knowing You", the humorous "A-B-B-A" wherein the members of the group introduce themselves and of course "Dancing Queen", that made the audience get up on their chairs. But that was also the finale of the ABBA party. A party that drew thousands of people to Amsterdam and that ended far too soon for many of them...

  But the party wasn't over yet for Suzan and Marion, the two Hitkrant readers about whom we already wrote in issue number 5 that they had been so disappointed that they hadn't been able to get tickets for the concert.
  Record company Polydor managed to get hold of two more tickets and this enabled us to take both ABBA fans along. They were listening and watching without taking a breath! And the icing on the cake came when — after a lot of fussing — we still managed to bring Suzan and Marion in contact with the members of ABBA. This happened at the Amstel Hotel, where the group stayed. And despite the fact that Agnetha, Frida, Björn and Benny were obviously very tired after their concert, it still wasn't too much for them to pay a little attention to their young fans.


  Indeed, a wonderful evening, not least for the two girls from Hoorn who hadn't even hoped for being able to attend the concert and now they could even meet their idols in person. The pictures prove how well this was received.



30th Post | 30ª Publicação

- All Rights Reserved ® Polar Music International AB - ABBA Logo (Inverted B) ® Universal Music AB | Unofficial Blog | Copyright © ABBA Best - Hatsune Miku - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -