Archive for July 2013

WedAgnetha - A for Agnetha

Olá a todos, como estão? Muitos amigos meus partilharam comigo uma entrevista da Agnetha quando foi na sua viagem promocional a Londres. Achei muito interessante e decidi também partilhar com vocês. Aqui está a entrevista traduzida!  (If you want to read in English, click here)

♥♥♥♥♥♥♥

Aos 63 anos de idade, a "Dancing Queen" Agnetha Fältskog com uma voz harmoniosa.

  Conhecida como a "loira dos ABBA" Agnetha Fältskog não é apenas uma mulher glamourosa à frente do grupo POP sueco de grande sucesso, mas ela também é uma pianista e uma compositora.

  Estando completamente envolvida em tudo que tenha haver com a música dos ABBA, ela também escreveu muitas das suas próprias canções como uma artista a solo durante os anos 60 e 70.

  63 anos, que já conquistou o mundo musical com os companheiros de banda Björn Ulvaeus, Benny Andersson e Anni-Frid Lyngstad, recentemente lançou o seu álbum mais recente a solo, intitulado simplesmente "A".

  Este álbum POP fácil de ouvir é o quinto álbum de estúdio em Inglês e também o primeiro álbum desde "My Colouring Book", em 2004, que contou com os covers das suas canções favoritas dos anos 60.
  O álbum de 10 faixas foi produzido e co-escrito por Jörgen Elofsson - que já escreveu sucessos para os gostos de Kelly Clarkson, Leona Lewis, Britney Spears e Il Divo - e como produtor, arranjador e maestro da orquestra, Peter Nordahl.
  Mais a baixo, ela fala sobre a sua paixão de cantar e cintilando os marfins durante o recente lançamento do seu álbum em Londres:
A letra de "I Keep Them On The Floor By My Bed" é sobre alguém que você guarda fotos e lembranças antigas?

  Sim, eu tenho uma caixa deles no meu quarto - fotos de pessoas eu amo e amei, filhos, netos e cães. Eu queria escrever uma canção sobre a maneira de coleccionar e manter memórias. Mas no fim, a canção se tornou uma canção de amor entre um homem e uma mulher, mas começou com aquela intenção.


As pessoas que já trabalharam com você costumam dizer que você tem uma voz única, com uma habilidade especial para as letras ganharem vida.



  É difícil para mim dizer que eu sou realmente isso. Eu acho que entendo o que as músicas são sobre quê. Eu sempre pergunto muito sobre o contexto. Eu tento imitá-lo, entrando na letra. 


Você trabalhou sempre como uma contadora de histórias?
  Mais ou menos. Eu acho que me tornei uma melhor cantora quando tive mais experiência de vida. Existem tantas coisas que eu gostaria de partilhar e a minha maneira de fazer-lo é cantando. Eu coloco as minhas emoções nas canções.

Quantas vezes você se senta ao piano?
  Muito raramente hoje em dia. As pessoas perguntam-se o que tenho andado a fazer nestes anos todos que estou afastada dos media mas eu tive uma vida completa. Eu tenho uma quinta com cavalos que tenho que cuidar e tenho netas também. Quando me sento ao piano agora, é principalmente para ensinar as minha netas a tocar, o que é divertido. Mas, honestamente, elas preferem os cavalos que tocar música.

Você se lembra do seu primeiro piano?

  Oh meu Deus, sim. Acho que a primeira coisa que eu fiz foi escrever uma música. Eu usei um dedo e escrevi uma música chamada "Dois Pequenos Trolls". Eu tinha 5 anos, e o piano não era nosso. Nós não tínhamos piano em casa.
Como consegui utilizar o piano?
  Eu adorava tocar piano. Portanto durante três anos, eu ia para casa dos meus vizinhos, que eram bons amigos da minha família, e eu usei o piano deles. Quando eu tinha 8 anos, finalmente tive o meu primeiro piano - eram caros. Eu aprendi a tocar bem quando eu tinha 9 ou 10 anos. Depois eu tive diferentes professores de piano e eu fui-me superando. Quando eu tinha 15 anos, o meu professor disse "não tenho mais nada para te ensinar". Isso foi depois de eu ter feito a performance a fuga de Bach num címbalo num concerto em uma igreja.
  Eu parei de tocar musica clássica pouco depois, e comecei a escrever e a tocar num teatro musical local com duas amigas. O meu pai  tem uma forte presença nesse teatro musical local e ele nos inspirou. Nós fizemos tudo - escrevemos letras, cantamos e dançamos. Eu comecei a fazer turnê com várias bandas de dança como vocalista depois disso.

Como você se tornou uma boa cantora?

  Você tem isso dentro de si é uma das respostas mas também a técnica, e uma sensação de ritmo e tempo, saber quando realmente vai-se e quando se segura. Quando eu comecei a cantar novamente depois de tanto tempo foi difícil no inicio e a minha garganta doeu. Você tem que usar o seu estômago e a sua força interior. Quando você dominar esta técnica você sentirá liberdade para se expressar muito. Eu gosto de estar perto do microfone. E prefiro sentar-me quando estou a cantar no estúdio.

Sentada? Mesmo quando fez as músicas para os ABBA? Porquê?

  Simplesmente porque no inicio passávamos muito tempo no estúdio. Eu sentei-me porque já não aguentava mais. Quando Anni-Frid e eu cantávamos juntas estávamos sempre de pé, de frente uma da outra com contacto visual. Mas quando eu cantava sozinha eu comecei-me a sentar, e desde então continuei sentada.

Estar sentada afecta o seu canto?

  Sim, eu sento-me muito perto do microfone para não me distrair. Dessa forma posso conter a minha voz quando as letras me chamarem. Isso faz-me sentir como não estivesse a cantar as músicas mas sim como estivesse a contar uma história. Eu quero-lhe contar uma coisa que nunca contei a ninguém. Quando fiz as faixas para "Thank You For The Music" eu estava deitada no estúdio. Nós tentamos várias versões mas nenhuma tinha funcionado. Fui por outro lado quando comecei a cantar como Doris Day. Quando decidimos gravar eu estava gravida de Christian (O segundo filho com Björn) e eu estava entrando em trabalho de parto prematuro.
  O médico disse-me para eu me deitar e para ter calma. Mas eram os ABBA e o mundo todo que estava a espera para o secundo álbum. Então tivemos um tipo de poltrona que trouxemos para o estúdio. E eu cantei deitada ali e essa gravação foi usada no álbum.

Há quanto tempo você é uma cantora?

  Desde que me lembro. Eu cantava constantemente quando eu era criança, não importava onde estava, em casa, na escola. Quando eu tinha 10 anos, eu entrei num concurso de talentos e ganhei. Eu cantei uma música de Monica Zetterlund que era realmente muito difícil para mim mas eu cantei de alguma forma.
Você consegue expressar as suas emoções pessoais quando canta letras escritas por outras pessoas?

  Definitivamente. Quando eu canto, eu expresso tudo o que eu já experimentei na minha vida. Eu trago tudo o que tenho quando eu vou para o estúdio. A minha voz é o resultado de tudo o que aconteceu comigo na minha vida.
Qual é o seu álbum favorito dos ABBA?

  "The Visitors". As músicas são de alto nível. As músicas e as letras que o Björn e o Benny escreveram são maravilhosas. E tudo o que passamos no momento estão lá, num bom caminho.


Fonte: Showbiz
Tradução e arranjo: ABBA Best

Agnetha Fältskog at Stockholm Pride

Olá a todos, como estão?

A Agnetha irá fazer uma especial aparição no Stockholm Pride, onde será presentada com um disco de ouro do álbum "A".
Esta única aparição de Agnetha será do dia 1 de Agosto de 2013, e não terá performance.

 *
Para comprar o bilhete, clique aqui

Para mais informações, visite a página oficial da Agnetha.


"Dance Your Pain Away - Contest" Winners


Olá a todos, como estão?

  Descu
lpem a ausência do blogue, mas estamos a fazer uma reforma geral, como podem ver, o blogue está diferente, estou revendo e corrigindo todos as publicações, e em breve estará tudo pronto! Peço desculpa por alguma coisa.

  Bem, na página oficial da Agnetha, no Facebook e Twitter também, anunciaram um novo single! O novo single vai-se chamar: "Dance Your Pain Away", uma das novas músicas da Agnetha disponíveis no álbum "A". O single vai ser lançado no dia 15 de Julho de 2013, e irá ter video oficial!

  Então, sugeriram aos fãs para dançarem a coreografia criada por eles (que eles postaram no youtube, clique aqui para ver) ou para dançarem a sua própria coreografia! Os fãs teriam que gravar um video, dançando, e depois deviam por no Youtube e submeter a entrada no site oficial da Agnetha.

  A competição durou 15 dias e foi uma competição que surpreendeu todos os fãs, não só pela "coragem" que a Universal teve em pedir aos fãs para "criarem" o vídeo oficial, mas também, com alguns comportamentos de certos fãs.

  Esses comportamentos foram bastante abusativos, podemos chamar de Bullying até. Certas pessoas acusaram os outros concorrentes de batota ou mesmo gozaram com eles. Houve certos comentários do género: "Estas pessoas dançam como galinhas". Acho que isso é uma grande falta de respeito. Isso causou um certo mau ambiente na competição, pois essas pessoas diziam que eram os melhores e que ninguém devia ganhar sem ser eles. Bem.. É uma longa história, e confesso que fiquei desiludida com algumas atitudes  de certas pessoas.. Enfim.

  A competição já acabou, ontem de manhã, e já foram revelados os 10 vencedores.. E eles são:

1º Lugar: Day Clifford

 


2ºLugar: Daniel Ricardo



3ºLugar: Katie McDonald



4ºLugar: Lee Gale



5ºLugar: Zeeshan Siddiqui



6ºLugar: Zoe Terrill



7ºLugar: Mariano Pieretti



8ºLugar: Gustavo ABBA



9ºLugar: Augusto Melo



10ºLugar: Elliott Russell


Parabéns aos vencedores!

  Os vencedores da competição receberam um e-mail da Universal para eles enviarem, até à próxima Segunda-Feira, os seus vídeos, com a melhor qualidade possível. Agora basta esperar pelo vídeo! E uma pergunta permanece: Será que a Agnetha aparecerá dançando?

- All Rights Reserved ® Polar Music International AB - ABBA Logo (Inverted B) ® Universal Music AB | Unofficial Blog | Copyright © ABBA Best - Hatsune Miku - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -